Conheça o Jardim Japonês de Buenos Aires

Jardim Japonês de Buenos Aires

Aproveitando nossa estadia em Buenos Aires, logo após visitarmos o Jardim Botânico da cidade, eu e minha esposa fomos dar um pulo no Jardim Japonês, que fica ali próximo, a alguns quarteirões de distância apenas.

O Jardim Japonês de Buenos Aires se localiza no parque 3 de Febrero, no bairro de Palermo (“Bosques de Palermo”), e foi inaugurado em maio de 1967 quando da visita do príncipe-herdeiro Akihito e da princesa Michiko, do Japão (na época – é o imperador atualmente), à Argentina. Foi projetado e construído pela colônia japonesa, e logo depois doado pela Embaixada do Japão à municipalidade de Buenos Aires, em agradecimento ao povo argentino por ser um país que lhes abriu os braços na época da imigração (assim como o Brasil!).

Azaléa em florada esplêndida
Azaléa em florada esplêndida

O jardim, que é o maior do mundo do estilo fora do Japão, abriga inúmeros espaços magníficos para passeio e contemplação, incluindo lagos de carpas, uma casa de chá, vários caminhos por entre árvores típicas (camélia, cerejeira, magnólia, azaléa, etc), um museu / salão de exposições, restaurante, casa de bonsai, viveiro, sala de leitura e muitos outros.

Ponte sobre o lago de carpas no jardim japonês de Buenos Aires
Ponte sobre o lago de carpas

Espalhados pelo parque há vários alto-falantes sobre postes, que passam o dia tocando músicas orientais suaves, aumentando ainda mais a sensação de paz e tranquilidade que o local oferece.

Alto-falante tocando música japonesa no parque
Alto-falante tocando música japonesa no parque

No jardim também ocorrem regularmente exposições e oficinas abertas ao público, como oficinas de origami, bonsai, ikebana, mangá e anime, shiatsu e pintura japonesa, entre outras.

Cascata no Jardim Japonês
Cascata no Jardim Japonês

A foto a seguir mostra a fachada da casa de chá existente no local (fechada para visitação interna):

Casa de Chá no Jardim Japonês de Buenos Aires
Casa de Chá no Jardim Japonês de Buenos Aires

Andando pelo parque é possível encontrar inúmeras espécies de árvores típicas do oriente, como esta camélia com sua bela florada:

Camélia em Flor no Jardim Japonês
Camélia em Flor

Os lagos possuem carpas e podem ser percorridos por meio de pontes de madeira, que permitem atravessá-los ou andar pelo meio, observando a beleza dos peixes e das plantas aquáticas:

Lago de Carpas no Jardim Japonês
Lago de Carpas

No museu de exposições é possível ver diversos objetos relacionado à cultura japonesa, como estes Darumas em tamanho gigante:

Daruma e Taiko no Museu do Jardim Japonês
Daruma e Taiko no Museu do Jardim Japonês

Além de diversos instrumentos musicais típicos, como o Shamisen e o Koto  (fotografados abaixo):

Koto e Shamisen no Museu do Jardim Japonês
Koto e Shamisen no Museu do Jardim Japonês

O parque é relativamente extenso, por isso tire algumas horas para visitá-lo com calma, sentar-se nos bancos espalhados pelo caminho enquanto aproveita o sol, e aproveite para comer algo em seu restaurante (que é simples).

Vista do Jardim Japonês de Buenos Aires a partir de seu salão de exposições
Vista do Jardim Japonês de Buenos Aires a partir de seu salão de exposições

Informações Gerais

Endereço:

Av. Casares 2966, C1425 CABA, Argentina
Também possui uma entrada pela Av. Figueroa Alcorta esquina Av. Casares.

Como chegar

Pode-se chegar ao parque de ônibus, tomando um colectivo das linhas 67, 102 e 130, que param na frente das entradas do parque. Outras linhas passam próximo ao local, como as linhas 10, 15, 37, 59, 60, 93, 95, 108, 110, 118, 128, 141, 160 e a linha 188.

De metrô deve-se pegar a linha D – verde, e descer na estação Plaza Italia (quase em frente ao Jardim Botânico de BA) e então caminhar cerca de 8 quadras até a entrada do Jardim Japonês – foi o que fizemos, e é realmente uma caminhada muito agradável, recomendamos!

Horário de Funcionamento:

De segunda a domingo, das 10:00 às 18:00

Entrada:

Para turistas estrangeiros, a entrada geral é de 120 pesos argentinos.

Website:

Para maiores informações visite o website do parque: https://jardinjapones.org.ar/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *