Visita ao Hortus Botanicus Amsterdam, nos Países Baixos (Holanda)

Hortus Botanicus Amsterdam

Chegando aos Países Baixos (Holanda), o primeiro local que visitamos foi o Hortus Botanicus Amsterdam, o Jardim Botânico da cidade de Amsterdam. Logo após a abertura do local, passamos pela catraca e fomos descobrir o porquê da fama do local. E não nos arrependemos!

Hortus Botanicus Amsterdam
Hortus Botanicus Amsterdam

Histórico Resumido

Fundado há quase quatro séculos, em 1638, é um dos jardins botânicos mais antigos do mundo, com sua extensa coleção tendo sido iniciada com espécimes trazidos por comerciantes que voltavam de viagens de navio com a Companhia das Índias Orientais Holandesas. Está localizado bem no centro da cidade de Amsterdam, com acesso muito fácil por transporte coletivo.

Entre os anos de 1885 e 1918, Hugo de Vries foi o diretor do Hortus Botanicus, trazendo atenção internacional ao local. Hugo de Vries foi um botânico holandês e um dos primeiros geneticistas da história, tendo sido conhecido por sugerir o conceito de genes, e por “redescobrir” as leis da hereditariedade na década de 1890 sem, aparentemente, conhecer o trabalho de Gregor Mendel. Ele também introduziu o termo “mutação”, e desenvolveu uma teoria de mutações na evolução das espécies.

Lago na estufa tropical do Hortus Botanicus Amsterdam
Lago na estufa tropical do Hortus Botanicus Amsterdam

As Estufas do Hortus

A estufa de três climas é realmente fascinante. São, na realidade, três estufas interligadas, cada três zonas climáticas diferentes, representando os trópicos, subtrópicos e os desertos. Cada uma dessas zonas possui seu próprio microclima, com diferentes níveis de temperatura, umidade e circulação de ar. Em um momento você está em uma floresta tropical, e passando por uma porta, está em um deserto.

Estufa com plantas do deserto, cactáceas e suculentas
Estufa com plantas do deserto, cactáceas e suculentas

A imagem a seguir mostra um cacto “Tocha Prateada” – Cleistocactus hyalcanthus (K. Schum.), oriundo da América do Sul – Bolívia e Argentina:

Cacto Cleistocactus hyalcanthus  no Hortus Botanicus Amsterdam
Cacto Cleistocactus hyalcanthus

Na parte subtropical desta estufa existe uma bela coleção de plantas representativas da flora sul-africana, como espécies dos gêneros Pelargonium, Kalanchoe, Agapanthus, Gerbera e Clivia, entre muitas outras, trazidas pela primeira vez para Amsterdam (em alguns casos, para a Europa) por navios da Companhia das Índias Orientais Holandesas.

Uma plataforma elevada permite caminhar por sobre (ou por dentre!) as árvores e plantas das estufas, o que torna a experiência de contato com as plantas ainda mais fascinante.

Plataforma suspensa na Estufa do Hortus Amsterdam
Plataforma suspensa na Estufa do Hortus Amsterdam

Há uma estufa de palmeiras, construída em 1912, que contém uma grande coleção de palmeiras, cicadáceas e outras plantas. O destaque fica por conta de um espécime de uma cicadácea gigante, da espécie Encephalartos altensteinii, com mais de 350 anos de idade! Outras espécies encontradas nesta estufa incluem Ficus macrophylla, Ficus lyrata e uma árvore de canela, Cinnamomum bumannii – essas três, ao que se diz, plantadas pelo próprio Hugo de Vries.

Cicadáceas e Palmeiras diversas na estufa
Cicadáceas e Palmeiras diversas na estufa

O Hortus Amsterdam conta também com um borboletário, estufa de borboletas, onde dezenas de borboletas de várias espécies podem ser vistas voando por entre as plantas presentes na estufa.
Essas borboletas colocam ovos nas folhas das plantas, e funcionários do Hortus coletam esses ovos todos os dias, para que possam eclodir em um espaço especial e, quando as larvas estão prestes a se transformarem em borboletas, são levadas novamente para o borboletário e soltas.

Confira um vídeo que fizemos dentro do borboletário do Hortus Amsterdam:

Em alguns locais do Hortus é possível encontrar plantas carnívoras, como no borboletário (vimos Nepenthes por lá) e na parte tropical da estufa tripla (Sarracenias). Nos jardins externos há um pequeno brejo onde mais plantas carnívoras podem ser vistas, principalmente Sarracenias e Dionéias.

Nepenthes no Borboletário
Planta Carnívora: Nepenthes no Borboletário do Hortus Botanicus Amsterdam

Não há uma estufa específica para carnívoras aqui, porém há uma no Hortus Botanicus de Leiden.

Sarracenia em flor no brejo do Hortus Botanicus Amsterdam
Sarracenia em flor no brejo do Hortus Botanicus Amsterdam

Os jardins externos do Hortus são extensos, com inúmeras espécies de árvores plantadas, como Gingko biloba e Corylus colurna (esta com mais de 200 anos!), e inúmeras espécies de plantas, incluindo plantas aquáticas!

Vitória-régia nos jardins externos do Hortus
Vitória-régia e Lótus nos jardins externos do Hortus

Também há um café no local e uma loja, onde é possível adquirir souvenires, sementes de plantas, plantas em si, ferramentas de jardinagem, enfeites, bolsas e camisetas, e muitos livros, entre outras coisas.

Um dos Jardins externos no Hortus Amsterdam
Um dos Jardins externos no Hortus Amsterdam

O Hortus é bem extenso e possui inúmeras plantas, arbustos e árvores para explorar. Reserve algumas horas para uma visita, pois há realmente muito que ver por lá. Por exemplo, a imagem a seguir mostra uma Justicia carnea em flor no Hortus Botanicus, da família Acanthaceae, conhecida aqui no Brasil como jacobínia ou flor-flamingo.
É originária do sudeste do Brasil.

Justicia carnea em flor no Hortus Botanicus, da família Acanthaceae
Justicia carnea em flor, família Acanthaceae

Algumas aráceas também estão presentes no Hortus, como esta Alocasia odora, originária da Ásia Tropical:

Alocasia odora no Hortus Botanicus Amsterdam
Arácea: Alocasia odora

E este Arum italicum, originário das Europas Central e do Sul:

Mais aráceas: Arum italicum no Hortus Amsterdam
Mais aráceas: Arum italicum

Curiosidade: uma muda de café oriunda da coleção do Hortus serviu como muda ancestral que originou toda a cultura cafeeira na Américas Central e do Sul!

Informações Gerais

  • Horário de Funcionamento: Aberto todos os dias, das 10:00h às 17:00h.
  • Valor da Entrada: 9,75 euros. É possível comprar tickets de entrada pelo website, ou diretamente nos guichês do local. Comprando pelo site, os tickets são válidos por um ano a partir da data da compra (para uso único).
  • Website: https://www.dehortus.nl/en/
  • E-mail: info@dehortus.nl
  • Endereço: Plantage Middenlaan 2A, 1018DD Amsterdam, Países Baixos
  • Telefone: +31 20 6259021

 

One thought on “Visita ao Hortus Botanicus Amsterdam, nos Países Baixos (Holanda)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *