Passeio pelo parque Oosterpark, em Amsterdam (Países Baixos)

Visitando o parque Oosterpark, em Amsterdam

Fala pessoal!

Mais um parque visitado em nossa viagem pelos Países Baixos, um local muito bonito e extremamente bem conservado em plena Amsterdam: o Oosterpark. Seu nome significa “Parque Leste”, em holandês, indicando justamente sua posição geográfica dentro da cidade. Na verdade, o parque está localizado bem próximo ao centro da cidade, e praticamente ao lado do Hortus Botanicus Amsterdam e do Zoológico Artis. 

Placa de boas-vindas e mapa na entrada do Oosterpark
Placa de boas-vindas e mapa na entrada do Oosterpark

O parque, construído no formato de Jardim Inglês, foi projetado por um arquiteto paisagista holandês chamado Leonard Anthony Springer, tendo sido inaugurado em 1891, estando localizado no bairro Oost/Watergraafsmeer.

Para a construção do parque um cemitério antigo, localizado atrás do Museu Tropical (foto adiante), foi realocado. Uma parte do parque atualmente contém uma pequena área que pertencia a esse cemitério.

Foi o primeiro grande parque público criado pela municipalidade de Amsterdam.

Lago com chafariz no Oosterpark, em Amsterdam
Lago com chafariz no Oosterpark, em Amsterdam

A partir do parque é possível ver a entrada do Royal Tropical Institute (Instituto Tropical Real), em holandês Koninklijk Instituut voor de Tropen (KIT), que é um instituto de conhecimento aplicado que trabalha para construir sociedades inclusivas e é um centro de educação para o desenvolvimento sustentável.

Royal Tropical Institute Amsterdam
Royal Tropical Institute Amsterdam

No parque é possível fazer caminhadas, correr, andar de bicicleta, meditar e apreciar a natureza – e até mesmo fazer churrasco!

Há planos de aumentar a área do parque nos próximos anos, em cerca de 6 hectares.

Caminho para correr, caminhar ou andar de bicicleta
Caminho para correr, caminhar ou andar de bicicleta

No parque existe um monumento comemorativo da abolição oficial da escravidão na Holanda e em seu império, em 1863. Chamado de Monumento de Slavernij, foi inaugurado em 01 de junho de 2002 na presença da Rainha Beatrix dos Países Baixos. Trata-se de um conjunto escultural que evoca uma narrativa da liberdade, partindo do desespero da escravidão até à exaltação da liberdade.

Todos os anos, no dia 1º de julho, é comemorada a abolição da escravidão holandesa no Oosterpark em um festival, organizado pelo Instituto Nacional do Passado e Legado Holandês da Escravidão (NiNsee), que é o centro de conhecimento do passado e do legado da escravidão transatlântica holandesa.

monumento comemorativo da abolição oficial da escravidão na Holanda
Monumento comemorativo da abolição oficial da escravidão na Holanda

E falando em memoriais, no parque também há um memorial em homenagem a Theo van Gogh, um colunista (não confunda com o irmão do pintor Van Gogh!) que foi assassinado em 2004 por um extremista muçulmano. O monumento é conhecido pelo nome De Schreeuw (O Grito, em holandês).

Árvores à beira do lago no Osterpark. Em destaque, um Chorão
Árvores à beira do lago no Osterpark. Em destaque na foto, um Salgueiro-Chorão (Salix babylonica).

O parque ainda conta com muitos bancos para descanso, pontes sobre canais, uma cúpula musical onde ocorrem apresentações eventualmente, e até mesmo máquinas que vendem sacos plásticos para as pessoas recolheres as fezes de seus cães, que são permitidos apenas em algumas áreas do parque.

Pequeno canal dentro do parque Oosterpark, em Amsterdam
Pequeno canal dentro do parque Oosterpark, em Amsterdam

Se estiver visitando ou de passagem por Amsterdam, não deixe de visitar o Oosterpark, pois é um dos locais mais belos da cidade!

Informações Gerais

Horário de Funcionamento: Aberto todos os dias, 24h, exceto em alguns feriados específicos.
Valor da Entrada: Gratuito
Website: https://www.amsterdam.nl/toerisme-vrije-tijd/parken/oosterpark/
E-mail: oos­ter­park.sdo@am­ster­dam.nl
Como chegar: A pé, a partir do Tropenmuseum – o parque fica logo atrás deste museu. Também é possível ir de bonde, pegando as linhas 9, 3 ou 7. Ou ainda de ônibus, com a linha 22, descendo na parada Eerste van Swindestraat.
Telefone: +31 020 253 5873

Patos tomando sol na beira do lago no Oosterpark
Patos tomando sol na beira do lago no Oosterpark

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *